conteúdo cedido por

Usando a barriga para reconstruir a mama

Dr. Bernardo Nogueira Batista, cirurgião plástico

14 de dezembro de 2010

Olá leitoras!

Bem-vindas a coluna de cirurgia plástica.

Hoje resolvi explicar para vocês como se faz a reconstrução da mama com a pele e gordura da barriga.

Essa modalidade de reconstrução é muito interessante, um vez que ao mesmo tempo você reconstrói a mama e retira aquela barriguinha que incomoda quase todas as mulheres. Alguns dizem que é como se você fizesse duas cirurgias pelo preço de uma.  Mas a coisa não é tão simples assim. Vamos às explicações.

Como a cirurgia e a recuperação são longas, um bom estado de saúde é essencial.”

O primeiro conceito que devemos sempre ter em mente ao planejar uma reconstrução é aquele que qualquer tecido deve contar com um suprimento de sangue para sobreviver. Isso quer dizer que não basta você tirar a pele de barriga e colocar no lugar da mama. Esse bloco de gordura e pele tem que receber sangue de alguma artéria conhecida. Alguns conceitos de anatomia são muito importantes para entender esse procedimento.

A pele da região abdominal inferior é irrigada principalmente por ramos perfurantes da artéria epigástrica superior. Calma! Vamos explicar.

A artéria epigástrica superior é um vaso que passa por trás do musculo reto abdominal, aquele que tem os gominho e que é responsável pela barriga tanquinho em alguns felizardos. Dessa artéria, saem alguns ramos muito pequenos, com menos de 0,5 mm de diâmetro, que perfuram o músculo (por isso chamados de perfurantes) e entram na gordura para levar oxigénio e nutrientes para a pele da região. Estudos anatómicos mostraram que esses vasos perfurantes estão mais concentrados ao redor do umbigo.

Para levar a pele dessa região para reconstruir a mama temos que levar pelo menos uma artéria perfurante e a artéria epigástrica. Existem duas maneiras principais de se fazer essa transferência. Você pode soltar todo o músculo reto abdominal e girar o retalho (pedaço de pele e gordura) baseado nesse músculo. Como a artéria epigástrica e as perfurantes estão no músculo, a irrigação do retalho está garantida. Essa técnica é conhecida como retalho TRAM, sigla em inglês para retalho transverso do músculo reto abdominal.

A alternativa é o retalho que chamamos de DIEP, que em inglês quer dizer retalho da artéria perfurante da artéria epigástrica inferior profunda. Nessa modalidade, a diferença é que dissecamos a artéria perfurante e a artéria epigástrica, separando-as do músculo. Para levar todo esse tecido para o tórax temos que lançar mão da microcirurgia. Isso porque como não temos o músculo para girar, precisamos cortar a artéria e veia que nutrem o retalho e recosturá-las em algum vaso do tórax, normalmente na artéria mamária interna.

Embora a mama que resulta dessas duas técnicas seja muito parecida, existem algumas diferenças importantes entre elas.

Como o TRAM tem que incluir o músculo reto do abdome, você não vai mais ter esse músculo na barriga. Na maioria dos casos, esse falta não traz grandes problemas. Quando tivermos que levar os dois músculos, a paciente não vai conseguir fazer a flexão do tronco nos primeiro 30 graus (começo do exercício abdominal). Para levantar da cama, por exemplo, ela vai ter que virar de lado antes de levantar, para fazê-lo com a musculatura lateral do abdome. Além disso, precisamos colocar uma tela no lugar do músculo para fortalecer a parede abdominal e evitar a formação de hérnias. Embora pouco frequente, essa tela pode ter complicações, da mesma maneira que qualquer tecido sintético que incluímos no nosso corpo (como as próteses de silicone).

O DIEP por outro lado, causa menos problemas na área doadora (abdome), uma vez que deixamos todo o músculo no seu lugar original. No entanto, a cirurgia é mais longa e mais complicada. Nem todos os cirurgiões plásticos fazem microcirurgia, e mesmo aqueles que fazem muito bem têm uma taxa de perda de retalhos. Traduzindo, todo retalho transferido com microcirurgia pode morrer.
Por fim, nem todas as mulheres podem fazer a reconstrução da mama com a pele da barriga. Primeiro, é preciso ter uma boa sobra de pele na barriga. Isso não quer dizer que você tem que ser gordinha. Como as perfurantes estão mais concentradas em volta do umbigo, temos que começar a cirurgia por cima, diferente das abdominoplastias estéticas, onde começamos a cirurgia por baixo, fazendo a primeira incisão na altura onde queremos deixar a cicatriz. Se a sobra de pele for pouca, corremos o risco da cicatriz final ficar alta, acima da linha do biquíni. Além disso, como a cirurgia e a recuperação são longas, um bom estado de saúde é essencial. Pacientes com muitas comorbidades, como hipertensão, diabetes e colesterol alto podem não ser boas candidatas para esse tipo de reconstrução.

Até a próxima coluna!

Sempre consulte seu médico.

Dr. Bernardo Nogueira Batista, cirurgião plástico

Cirurgião plástico formado no Hospital das Clínicas da FMUSP em 2011. Fellowship no Hopital Européen Georges Pompidou, Paris/França. Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Médico assistente do serviço de filantropia do Hospital Sírio-Libanês.



78 comentários para “Usando a barriga para reconstruir a mama”

  1. Ednice Ferreira de Carvalho disse...

    Ola Dr. Bernardo,passei por uma mastectomia total com esvaziamento das axilas no dia 9 de abril de 2008, hoje o meu maior desejo é me olhar no espelho e ver meu corpo completo outra vez.me sinto uma deficiente, sou viuva mais tenho vergonha de partir para um novo relacionamento,estou com 48 anos mais com aparençia de 35 36 ,suas informacoes foram de grande valia, por que quem depende da rede do sistema unico nao dispoe de tempo em suas consultas para maiores esclarecimentos com seus medicos. um grande abraco. Ednice Ferreira de Carvalho.

  2. Dr. Bernardo disse...

    Olá Ednice,

    muito obrigado pelo seu comentário e pelos elogios. Fico feliz que as informações que passei tenham sido úteis pra você.

    Todos que foram atendidos ou trabalham no SUS conhecem as dificuldades a que você se refere. Essa falta de tempo para os devidos esclarecimentos é uma fonte de frustração para nós tmb.

    Se você tiver qualquer outra dúvida, não deixe de escrever. Responderei todos que conseguir e as sugestões serão usadas para as próximas colunas.

    Obrigado e boa sorte!

  3. ivani da silva disse...

    dr bernardo…..
    eu gotaria de saber se essa reconstituiçao da mama
    tirando da barriga se e perigoso ou seja é arriscada
    tenho preçao alta e ploblemas renais fiz retirada da mama e quero fazer reconstituiçao tenho 40anos mas mim sinto muito nova pra ficar
    sem a mama pois é muito constrangido pra qualquer idade e pretendo tirar da barriga meu peso é 50 kilos sou magra espero receber de volta sua resposta obrigado…..

  4. Dr. Bernardo disse...

    Olá Ivani,

    Aparentemente você é uma paciente que tem algumas comorbidades importantes, apesar de ser jovem. No entanto, elas não são contra-indicações absolutas para a reconstrução das mamas ou o uso da técnica abordada nessa coluna.
    Por outro lado, com esse peso você deve ser bem magra, o que dificulta a reconstrução com a barriga, uma vez que você precisa ter sobra suficiente de pele e gordura na parte de baixo do abdome para poder montar uma mama. Talvez outras opções de reconstrução possam ser mais interessantes pra você. Mas é impossível te dizer o que dá ou não dá pra fazer assim, sem examinar você. Por isso a pessoa mais indicada para discutir as opções mais adequadas para reconstruir sua mama é o cirurgião plástico de sua escolha.
    Mas não desista! Vc é uma mulher jovem e uma sobrevivente de câncer. Você merece fazer a reconstrução da sua mama para não se sentir mais constrangida e ser uma mulher completa de novo.

    Obrigado e boa sorte!

  5. Celia Regina Peterson Leite disse...

    TIVE CA DE MAMA EM 2006 E FIZ RECONSTRUÇAÕ COM PROTESES DE SILICONE NAS DUAS MAMAS.HOJE TENHO O DIAGNOSTICO DE “ROTURA INTRACAPSULAR DA PROTESE DIREITA” E GOSTARIA DE FAZER A RECONSTRUÇÃO COM ABDOMEM UTILIZANDO A TENICA “DIEP COM MICORCIRURGIA ” A PERGUNTA QUE LHE FAÇO É QUAIS PROFISSIONAIS ESTÃO QUALIFICADOS E TEM EXPERIENCIA COM TAL TECNICA ?
    DESDA JA GRADEÇO,
    ATT, CELIA.

  6. Dr. Bernardo disse...

    Olá Célia,
    As diferentes técnicas em reconstrução de mama têm indicações precisas e devem ser analisadas caso a caso. Várias variáveis são importantes para decidir por uma opção ou outra. Certamente, a vontade da paciente é importante, mas muitas outras coisas devem ser levadas em consideração. Se entendi bem, sua reconstrução foi nas duas mamas. Isso ja dificulta muito a reconstrução com os tecidos da barriga, embora não inviabilize. Além disso, uma rotura da prótese não é sinônimo de perda da reconstrução ou necessidade de novas cirurgias.
    A recomendação que posso te dar é que procure um cirurgião plástico que você confie, e discuta com ele as melhores opções.

    Espero que tenha ajudado e peço desculpas pela demora em responder. Não hesite em fazer novas perguntas.

  7. valdete disse...

    tive cancer de mama a quase 6 anos fiz reconstituição ,coloquei protese de silicone e deu rejeição depois me deu dermatite no total ja fiz cinco cirurgias agora meu oncologista quer fazer outra com parte da barriga sera q é muito sofrido me d uma orientação .

  8. Dr. Bernardo disse...

    Olá Valdete,

    é importante que você saiba que complicações nas cirurgias podem acontecer. Tudo que aconteceu com você, pela pequena descrição que você me fez, é muito chato, mas parece normal.

    A principal pergunta nessa fase, na verdade, é o quanto você quer ter sua mama reconstruida.

    Fazer uma nova cirurgia, seja ela uma nova colocação de implante ou uma reconstrução com os tecidos da barriga, tem risco de complicações como todas as outras cirurgias. Decidir pela reconstrução significa aceitar esses riscos, pensando no possivel benefício que ela pode trazer.
    Uma alternativa é optar por não fazer a cirurgia nesse momento. Essa opção pode parecer chocante no primeiro momento, mas se você estiver mal psicologicamente, pode te dar um tempo para colocar a cabeça no lugar. E lembre-se que você pode sempre voltar atrás e remarcar a cirurgia.

    Como sempre digo, a melhor pessoa para te orientar e resolver suas dúvidas é seu cirurgião plástico. Não deixe nenhuma duvida ou pergunta não respondida, você tem direito de saber tudo sobre seu tratamento.

    Esperi que tenha ajudado. Qualquer problema é só escrever de novo.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  9. Vani Rodrigues disse...

    Dr. Bernardo, tenho 51 anos, sempre tive seis bem pequenos, tenho duas filhas e um exame de rotina identificou um cancer na mama direita nivel 1, o seio direito foi quase que retirado totalmente, e o esquerdo tb foi feito um procedimento como prevenção, coloquei duas próteses, o seio direito após 6 meses, ficou encapsulado, duro, foi feito um novo procedimento e detectou-se uma bactéria por trás da prótese, nem mesmo o medico soube explicar, a prótese foi retirada e já faz tres meses, agora a indicação é que não se coloque prótese, faça uma reconstrução com o tecido da barriga, a minha dúvida é que estou com prótese no seio direita, será que o esquerdo vai ficar igual, estou extremamente insegura e com medo.
    obrigado pela atenção

  10. Zilda Marina disse...

    Olá Dr.
    passei por mastectomia radical em 2004, com quimioterapia e radioterapia.Em 2007 tentei fazer a reconstrução com expansor porém não deu certo, tive enfecção e extrusão do expansor. agora em 2010 tentei novamente. O médico usou a mesma tácnica dizendo acreditar ser a mais indicada. No entanto aconteceu a mesma coisa e tive de retirar o expansor. O que pode ter acontecido? Será que carregar a bolsa de ombro com aproximadamente 2 a 3 quilos pode ter contribuído para esse desfecho?
    Att.
    Zilda

  11. Dr. Bernardo disse...

    Olá Zilda,
    Não fique se culpando. O problema que você teve não tem nada a ver com carregar a bolsa ou qualquer outra coisa que vc tenha feito ou deixado de fazer.
    Complicações do tipo que você teve podem acontecer. Mesmo nas melhores casuísticas, extrusões do expansor podem ocorrer em até 30% dos casos. O principal motivo é que a pele irradiada tem uma qualidade pior e responde mal a expansão. Infelizmente, não conseguimos prever esse tipo de problema.
    A boa notícia é que existem outras alternativas para reconstruir sua mama. Converse com seu médico e não desista! No final todo esse sofrimento vale a pena!
    Boa sorte,

    Dr, Bernardo

  12. Dr. Bernardo disse...

    Olá Vani,
    A complicação que vc teve é o que chamamos de contratura capsular. É uma complicação que pode acontecer sempre que se coloca uma prótese de mama, até mesmo quando a indicação é só estética, para aumento das mamas.
    Ainda não se sabe ao certo quais os motivos que levam a contratura, embora existam algumas medidas para se reduzir o risco. Tenho certeza que seu cirurgião fez todas elas, mas mesmo assim o risco existe e acabou acontecendo com vc. Pra vc ficar tranquila, vc não e a única mulher que tem esse problema. As estatísticas mais atuais falam em até 8% de contratura.
    Existem algumas alternativas agora. Uma delas é usar os tecidos da barriga. O resultado é muito bom, e tem a vantagem de não usar prótese, ou seja, não tem o mesmo risco de contratura. No entanto, como a mama direita tem uma prótese, existe uma chance alta das mamas não ficarem idênticas. Mesmo que fiquem, ao toque elas serão diferentes, uma vez que a gordura tem uma consistencia diferente do abdome.
    Mas o mais importante de tudo é que você fique tranquila. Lembre-se, nada do que está acontecendo com você é anormal ou faz de você um caso perdido. Converse com seu cirurgião e tire todas as suas dúvidas. E não desista! Vai ficar bom e todo seu sofrimento vai tertvalido a pena.

    Boa sorte,

    Dr. Bernardo

  13. Rejane Silvino Campelo disse...

    Doutor Bernardo
    Passei por uma mastectomia radical em 2007 na mama esquerda, graças a Deus não foi necessário fazer quimioterapia nem radioterapia, agora em 2010 o meu médico me indicou para reconstituição mamaria TRAM estou muito preocupada em relação questão dos riscos da recuperação, gostaria de um maior esclarecimento tenho 42 anos peso 68 quilos.

  14. Dr. Bernardo disse...

    Ola Rejane,

    Obrigado pelo seu comentario. 

    Concordo com seu medico que voce deve  fazer a reconstrucao da sua mama. Afinal ja fazem 3 anos e voce e uma mulher jovem, com muita coisa pela frente.

    Como expliquei em minha coluna, a indicacao do tipo de reconstrucao mais adequada depende de varios fatores. Posso te dizer q a reconstrucao com os tecidos da barriga tem excelentes resultados. A recuperacao e um pouco longa, normalmente de 4 a 6 semanas, mas pode variar de acordo com a tecnica e entre cada paciente.

    Converse com seu cirurgiao plastico e resolva todas as suas duvidas antes da cirurgia, afinal sua participacao e a mais importante de todas!

  15. MARIA DONIZETE COELHO DEBACCO disse...

    Dr.Bernardo, em 2006 tive que fazer uma quadrantectomia, coloquei um expansor, mas a valvula saiu do lugar e não deu pra encher, então tirei o expansor e agora vou fazer a reconstrução com tecido da barriga (TRAM), mas como tenho problema de formação de queloide.e tem que ser feito a primeira aplicação dentro das 48 horas após a cirurgia.como vou ter que me deslocar 10 dias seguidos para fazer BETATERAPIA, PARA PREVENIR FORMAÇÃO DE QUELOIDE, gostaria de saber qual o risco de me deslocar todos os dias enquanto deveria estar em repouso absoluto. Agradeço me aconselhar quais os cuidados que devo tomar no transporte. obrigada.

  16. Regina Celia Monteiro disse...

    Doutor Bernado
    CA invasor mama esquerda fiz seis sessões de quimioterapia, mastectomia total e trinta e treis sessões de radioterapia em 2008.Depois de quase dois anos procurei o cirurgião e confesso para voce que sair bastante chateada e sem saber o que fazer em relação a reconstrução. Lendo o seu site vi que realmente é como ele descreveu, estou digerindo tudo isso porque o tipo de cirurgia não é como as outras que vemos e ouvimos falar que parece tão mais facil.Essa sua iniciativa de esclarecimento é otima. Não quero perder contato. Obrigado!!! Deus te abençoe.

  17. Dr. Bernardo disse...

    Ola Regina,

    Realmente, as cirurgias reconstrutivas são um pouco mais complexas. Pra te deixar mais tranquila posso te dizer que na verdade é a impressão geral sobre cirurgia plástica que está errada. A popularização da cirurgia estética veio acompanhada por uma banalização destes procedimentos, tanto pelo público leigo como pelos cirurgiões plásticos. Toda cirurgia envolve risco, por menor que ela seja.

    As reconstruções mamárias são cirurgias grandes, e normalmente um único procedimento não é suficiente, o que torna o tratamento mais longo.

    O que considero importante é escolher um cirurgião que te passe confiança e esclarecer todas as suas dúvidas antes. Uma boa relação com seu médico é vital para o sucesso do seu tratamento. Mas com certeza acho que voce deve ir em frente. Apesar de trabalhoso, vale muito a pena!

    Mais uma vez obrigado pelo seu comentário! E boa sorte!

    Dr. Bernardo Nogueira Batista

  18. Dr. Bernardo disse...

    Olá Maria,

    Respondendo diretamente a sua pergunta, o risco do deslocamento é nulo. Isso porque certamente o seu cirurgião não vai pedir pra você ficar em repouso absoluto. Normalmente durante o pos-operatório de uma cirurgia dessas orientamos repouso relativo. Isso quer dizer que você deve permanecer em repouso, mas pode, e deve, levantar, andar, assistir televisão na sala, ir as consultas, etc… O que sempre digo as minhas pacientes é que o seu corpo vai te dar o limite. 

    Espero qaue tenha conseguido te deixar mais tranquila. Boa sorte! Espero que dê tudo certo e tenho certeza que no final você vai ficar bem satisfeita.

    Dr. Bernardo Nogueira Batista
    bernardonb@uol.com.br

    On 06/08/2010, at 10:09, MARIA DONIZETE COELHO DEBACCO wrote:

    Novo comentário sobre o seu post #1256 “Usando a barriga para reconstruir a mama”
    Autor: MARIA DONIZETE COELHO DEBACCO (IP: 200.161.221.137 , 200-161-221-137.dsl.telesp.net.br)
    Email: donidebacco@hotmail.com
    URL    :
    Whois  : http://ws.arin.net/cgi-bin/whois.pl?queryinput=200.161.221.137
    Comentário:
    Dr.Bernardo, em 2006 tive que fazer uma quadrantectomia, coloquei um expansor, mas a valvula saiu do lugar e não deu pra encher, então tirei o expansor e agora vou fazer a reconstrução com tecido da barriga (TRAM), mas como tenho problema de formação de queloide.e tem que ser feito a primeira aplicação dentro das 48 horas após a cirurgia.como vou ter que me deslocar 10 dias seguidos para fazer BETATERAPIA, PARA PREVENIR FORMAÇÃO DE QUELOIDE, gostaria de saber qual o risco de me deslocar todos os dias enquanto deveria estar em repouso absoluto. Agradeço me aconselhar quais os cuidados que devo tomar no transporte. obrigada.

    Você pode ver todos os comentários sobre esse post aqui:
    http://www.inana.com.br/usando-a-barriga-para-reconstruir-a-mama/#comments

    Excluir: http://www.inana.com.br/wp-admin/comment.php?action=cdc&c=719
    Marcar como spam: http://www.inana.com.br/wp-admin/comment.php?action=cdc&dt=spam&c=719

  19. margarete pereira disse...

    Boa noite, fiquei feliz ao enontrar seu site
    Fiz mastectomia radical da mama direita em janeiro de 2010 e da mama esquerda me foi tirado mais da metade, tbem fiz esvaziamento axilar direito, fiz reconstrução mas houve rejeição da mama direita e tive de tira-la, a esquerda esta encapsulada, sinto muitas dores.
    Não quero fazer nova reconstrução, somente retirar a protese da esquerda bem como o restante de mama que sobrou, mas meu mastologista insiste na reconstrução, tenho diabetes medicamentosa, hipertensão e 52 anos, alem do que a talvez precise colocar expansor na direita pois não deixaram sobra de pele, o que o sr acha?

  20. Rosângela Wanderley Silva disse...

    Adorei este site. Compartilhei na minha rede (blog, twitter,facebook, orkut, space live).
    Estou fazendo químio e em outubro usarei a parte das costas para reconstruir a mama esquerda. Colocarei expansor. Depois farei radioterapia. E adiante, farei a reconstrução da mama esquerda, e a simetria na direita, mas isso depois de uns seis meses.
    Em final de 2001 fiz plástica de abdômen e aproveitei para fazer no seio. Ele era bem certinho, mesmo depois de ter amamentado três crianças. Mas era pequeno. Só que contraí uma bactéria no centro cirúrgico. O médico escondeu isso de mim dizendo que era rejeição, mas as enfermeiras e o anestesista me comfirmaram.
    Minha mastologista falou que, pelo tipo e tamanho do tumor, ele deve ter surgido em 2008, e foi quando as picadas que eu sempre sentia, aumentaram razoavelmente, e o bico de seio retraiu.
    Sei que fui relápsa, devia ter feito, além de mamografia, ultras também, já que tinha passado por isso. Mas eu fique com um trauma enorme, chorei muito, jamais me conformei com tudo que passei, foram dias e dias tomando antibióticos, dores, febre, e as cicatrizes abrindo, sangrando e infeccionando, eu usava absorventes gg, além de ficar com um cano enfiado embaixo de cada braço até as protéses serem retiradas, completamento apodrecidas, principalmente a esquerda, que já estava marrom (isso dito pela instrumentadora).
    Perguntei ao médico e ele disse ter jogado fora, qdo teria que ter mandado ao laboratório da empresa, já que me falou que era rejeição, mas não era, por isso não enviou. Sempre pensei que o que eu sentia era fruto dessa cirurgia mal sucedida. Meu cancêr pode ter se desenvolvido a partir daí? Qual o seu posicionamento?

  21. Cintia disse...

    Gostaria de saber se apos uma mastectomia radical e recontruçao mamaria tram a mama perde a senssibilidade.Obrigado.

  22. Idel Barroso Maciel disse...

    Estou fazendo tratamento de câncer de mama. Já fiz 25 sessões de Radioterpaia e estou no terceiro cíclo de Quimioterapia. Termino o meu tratamento dia 16 de Novembro de 2010. Após o tratamento da Quimioterapia vou partir para recontrução da mama. Meu médico falou que vou usar músculo e tecido do abdomem. Gostaria de saber se a recuperação dessa cirurgia demora muito, pois pretendo faze-la no período de férias da facuuldade.

  23. Maythe disse...

    Dr. Bernardo,

    Tdo bom? Fiz mastec em maio desse ano, estou em fase de tratamento, e um detalhe que eu não vi doi sobre o bico , tem como reconstruir o bico ou ainda usa-se a tatuagem ?

    Muito obrigado…e obrigado por fazer esse trabalho lindo de informação!

  24. Dr. Bernardo disse...

    Ola Margarete,

    Obrigado pelo seu comentario, respostas como a sua são sempre bem vindas.

    Como ja disse em algumas das minhas colunas, complicações fazem parte dos riscos assumidos quando tratamos doenças como a sua. As suas comorbidades, e principalmente o diabetes aumentam esses riscos.

    Quando me perguntam se acho  importante fazer a reconstrução, sempre respondo que sim, porque  acredito que o impacto da falta ads mamas na feminilidade e na autoestima da mulher é muito grande.

    No entanto, só você pode tomar essa decisão, ja que estamos falando das suas mamas, e logo, do seu corpo. Alguns conselhos que sempre dou aos meus pacientes: entenda exatamente qual o planejamento e quais são os resultados esperados e riscos envolvidos. Participar de todo o processo é não só um direito seu, mas uma obrigação. Saiba que complicações podem acontecer. Além disso, é muito importante confiar no seu cirurgião. Essa confiança será fundamental no decorrer do seu tratamento.

    A boa noticia e que a pior parte, o tratamento do cancer, ja passou. A reconstrução pode esperar até que vc esteja mais segura, e se sentindo mais forte para a empreitada.

    Mas não desista! No fim tudo vai ter valido a pena. Boa sorte, e não exite em mandar novas duvidas.

    Atenciosamente, 

    Dr. Bernardo

  25. Giovania disse...

    Olá Dr.Bernardo,adorei a maneira como o sr.explica suas respostas dando um real esclarecimento das nossas dúvidas.Eu fiz mastectomia radical em 17 de dezembro de 2009, fiz 4 seções de quimioterapia onde passei muito mau,depois fiz 28 seções de radioterapia.Gostaria de saber quando poderei reconstruir a mama direita,pois meu oncologista diz que está muito cedo pra pensar nisso.Meu tratamento foi todo pelo SUS,tem que ser um médico cirurgião plástico ou o próprio oncologista pode fazer esta reconstrução, pois não tenho como pagar pela cirurgia,desde já obrigada…e que Deus o abenções na sua missão…

  26. Jussara disse...

    Dr. Bernardo,
    O que me motivou a deixar um recado aqui foi observar que o senhor, ao contrário de outros profissionais, responde as perguntas. Continuo na expectativa da sua resposta. Obrigada,
    Jussara

  27. Dr. Bernardo disse...

    Olá Maythe,

    A sua pergunta é ótima, e certamente escreverei uma coluna em breve sobre reconstrução do complexo areolo-papilar (aréola e bico).

    A reconstrução do CAP é a última etapa da reconstrução das mamas, e normalmente pode ser feito com uma cirurgia bem rápida para a confecção do bico. Existem vários jeitos de fazer a aréola, um deles é a tatuagem. E os resultados com a tatuagem podem ser muito bons.

    Em breve escreverei uma coluna sobre isso para explicar melhor para você e todas as leitoras. Assim que for ao ar vc vai ser a primeira a saber.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  28. Dr. Bernardo disse...

    Olá Cintia.

    Infelizmente, após uma mastectomia a sensibilidade da mama é perdida, independente da técnica de reconstrução utilizada. Isso acontece porque para se retirar a mama, são lesados os nervos que fazem a inervação da pele da mama, e mesmo que coloquemos outra pele no lugar, ela não será reinervada por esses nervos. Agora, em termos práticos, você ainda poderá ficar excitada e ter relações independente da falta de sensibilidade na mama reconstruida. Nosso cérebro é uma máquina incrível e ele pode ser estimulado de diversas maneiras diferentes. s pacientes se acostumam bem a falta de sensibilidade e isso normalmente nao é problema sério.

    Espero que a resposta tenha sido útil

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  29. Dr. Bernardo disse...

    Olá Rosangela,

    O que você viveu com relação a sua cirurgia estética dos seios deve ter sido um trauma muito grande, e sua frustração totalmente justificada.

    A primeira coisa que quero te dizer é que não existe nenhuma relação entre o uso de próteses, ou cirurgias prévias nas mamas e mesmo complicações como a sua com o desenvolvimento do câncer. É um evento independente do que aconteceu com você antes.
    O problema que você teve com seu cirurgião plástico e sua cirurgia anterior, por outro lado, é um problema muito chato, muito difícil de ser manejado, e muitas vezes leva a deterioração da boa relação entre o médico e a paciente. Infecção é um risco que corremos com essas cirurgias, e o resultado acaba invariavelmente sendo a retirada das próteses, além da grande frustração tanto da paciente quanto do cirurgião. Esse é um problema muito recorrente quando temos complicações nessas cirurgias totalmente eletivas, e agradeço sua pergunta, ela me deu uma excelente idéia de um tema para um futuro artigo nessa coluna.

    Independente do que aconteceu antes, quero te incentivar muito na sua empreitada e te desejar muita sorte com a reconstrução das suas mamas. Saiba que o uso de próteses no seu caso é extremamente seguro, uma vez que o silicone é um material inerte, ao qual não desenvolvemos alergias. No entanto, complicações podem acontecer, do mesmo jeito que já aconteceram uma vez. Por isso repito aquilo que digo em quase todas as minhas colunas, converse muito bem com seu cirurgião, resolva todas as suas dúvidas e saiba todos os riscos que você corre em todas as etapas do seu tratamento. Sua participação é muito importante, principalmente caso alguma outra complicação venha a ocorrer. O melhor remédio que conheço para esse problema é o estabelecimento de uma relação de confiança com seus médicos.

    Boa sorte e não desista! O resultado final é sempre satisfatório.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  30. Dr. Bernardo disse...

    Olá Giovania,

    O melhor momento para iniciar a reconstrução das suas mamas deve ser definido entre o seu cirurgião plástico, seu cirurgião oncológico e você. “Cada caso é um caso”, diz um dos mais conhecidos clichês médicos. Em linhas gerais, temos que esperar pelo menos 3 meses após o término da radioterapia para começar a reconstrução. Isso porque a radioterapia queima também a pele e os tecidos da região irradiada, e devemos esperar pela total cicatrização dos tecidos para começar a reconstrução. Além disso, outros fatores como o estadio do seu câncer e o tipo de cirurgia realizada são fatores importantes nessa decisão.

    Respondendo a sua segunda pergunta, não tem como eu ser imparcial, já que sou cirurgião plástico. Na minha opinião, a pessoa mais indicada para fazer a reconstrução das suas mamas é sim um cirurgião plástico. isso porque esta é a especialidade que estuda a reconstrução, logo as chances de um bom resultado são maiores. Existem mastologistas e cirurgiões oncológicos capazes de fazer reconstruções de mama, mas da mesma maneira que acredito que eles fazem uma mastectomia muito melhor do que eu, acredito que um cirurgião plástico seja mais capaz para reconstruí-las.
    Existem cirurgiões plásticos no SUS, mas também existem filas e espera. Esses são os males de uma saúde pública. Mas não desista, no SUS certamente é mais difícil, mas muitas mulheres fazem suas reconstruções desse jeito.

    Espero que minha resposta tenha sido útil.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  31. Dr. Bernardo disse...

    Olá Idel,

    A cirurgia com o uso dos tecidos da região abdominal é muito boa, e permite resultados fantásticos. Como a cirurgia é maior, entre 4 e 6 horas normalmente, a recuperação é um pouco mais longa etrabalhosa. Gosto de orientar minhas pacientes a terem pelo menos 3 semanas para repousar. A volta as atividades no entanto é gradual, sendo que em uma semana você conseguirá fazer quase tudo.

    Converse com seu cirurgião plástico sobre isso também. O esclarecimento dessas questões antes da cirurgia é essencial para você saber o que esperar.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  32. Dr. Bernardo disse...

    Olá Jussara,

    Essa pergunta é complicada e muito difícil de ser respondida. Isso porque cada paciente responde a agressão cirúrgica de maneira diferente. As vezes um paciente faz uma cirurgia de 15 minutos com anestesia local e fica de cama 1 mês com dor e alguns pacientes fazem cirurgias imensas, como a sua, e no dia seguinte já querem correr uma maratona. Normalmente vocês mulheres são muito mais resistentes a dor! Nós homens somos péssimos, e quanto maior, mais fresco.

    A orientação que costumo dar aos meus paciente é que permaneçam em repouso relativo após uma cirurgia como a sua. O que digo a todos é que o seu corpo é o melhor termômetro. Se ele reclamar é porque você está abusando.

    Acho muito improvável que essa infecção tenha acontecido porque você foi ao shopping ou a um cinema. Como digo em minhas colunas, complicações são um risco e muitas vezes, mesmo com todos os cuidados do mundo, elas podem acontecer. Não se martirize, nem fique se culpando pelo que aconteceu. E assim que se sentir pronta, tente de novo, não desista!

    Boa sorte e até a próxima.

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  33. Mari disse...

    Olá Dr. Bernardo!

    Primeiramente, parabéns pelo seu trabalho e conduta ! Seus esclarecimentos são de grande valia e o tratamento humanizado aqui dispensado aos pacientes é pouco comum nos dias de hoje.

    Tenho 44 anos e há dois meses fiz uma setorectomia na mama esquerda mais o esvaziamento axilar, a reconstruçao foi feita com parte da mama direita.

    Ainda não havia iniciado o tratamento com radio e quimio, pois a mama esquerda não cicatrizou totalmente devido a uma necrose parcial.

    Ontem durante um curativo o médico encontrou um novo nódulo na mama esquerda e sugeriu uma mastectomia com a recontruçao usando a barriga.

    Meu estado de saúde é bom, gostaria de saber qual técnica o senhor entende mais apropriada neste caso.

    Obrigada,

    Mari

  34. Silmara Torrejon disse...

    Olá Dr. Bernardo,

    Tenho 35 anos, em out/09 realizei uma quadrantectomia para a retirada de um nódulo (3cmX2,5cm)que após biópsia descobri se tratar de um carcinoma lobular infiltrante. Em março/10 realizei o esvaziamento axilar que após biópsia não constou nenhum linfonodo comprometido. Em maio/10 um nódulo começou a se formar em baixo da cicatriz da quadrantectomia e após exame de core-biopsia um novo choque, carcinoma ductal infiltrante com indicação de mastectomia(mama esquerda), a qual foi realizada em julho/10, cuja cicatrização sofreu deiscência sendo necessários curativos por mais de 30 dias e hoje apresenta leve quelóide.
    Encontro-me em tratamento quimioterápico, já fiz 04 sessões de quimio vermelha, e 03 sessões de quimio branca das 12 já prescritas, ainda farei 28 sessões de radioterapia.
    Acredito que no meu caso o melhor método de reconstrução seria a TRAM, peso 80 Kg, tenho 1,62m, possuo barriga, mas em contrapartida sou hipertensa, faço uso de inalapril de 10mg. Tenho medo de que a hipertensão prejudique a reconstrução ou que também apresente problemas com deiscência e quelóide, o que posso fazer para que esses problemas não me atrapalhem?

  35. Dr. Bernardo disse...

    Olá Silmara,

    Realmente a sua história é impressionante. A boa noticia é que o tratamento já está em andamento e suas chances de cura são boas.

    A reconstrução das suas mamas vai ter que esperar um pouco, mas no momento adequado o uso de tecidos da região abdominal é uma excelente opção.

    Pressão alta não prejudica a reconstrução em si, mas é um fator de risco adicional para complicações durante a cirurgia.

    Respondendo as suas perguntas, algumas coisas que você pode fazer: acompanhar e tratar a hipertensão, fazer exercícios para melhorar sua forma física, parar de fumar caso o faça, emagrecer para ter mais sobra de pele na região do abdome, ou seja, ter um estilo de vida saudável. Assim os riscos da cirurgia são menores.

    Quanto a problemas de cicatrização, você não precisa se preocupar com isso agora. Quando for realizada a cirurgia, siga as orientações do seu médico que tudo vai dar certo. E lembre-se que cicatrizes sempre vão existir, mas com cuidado eles podem ficar bem discretas.

    Boa sorte e parabéns!

    Aenciosamente,
    Dr. Bernardo Nogueira Batista

  36. Dr. Bernardo disse...

    Cara Mari,

    obrigado pelo seu comentário, é muito legal saber que o seu trabalho ajuda outras pessoas!

    Infelizmente, é impossível responder sua pergunta sem um exame apurado do seu caso.

    Existem várias técnicas possíveis, e sua idade e saúde não são restrição a nenhuma delas.

    Converse com seu cirurgião plástico, e não esqueça, sua opinião é importante nessa decisão.

    Sinto não ter a resposta que você esperava.

    Boa sorte na sua cirurgia!

    atenciosamente,

    Dr. Bernardo Nogueira Batista

  37. Salete C. Nobrega disse...

    Boa noite Dr, Parabens pelo seu trabalho
    Fiz um quadrante de mama esquerda a mais de 02 anos, no ultimo dia 01.02.2011 fiz uma plastica reparadora com tecido das costas , ficou
    muito boa a cirurgia, mas fiquei com uma duvida:
    No final do corte das costas ficou alto , o Dr disse que é comum e
    que terei que passar por outra cirirgia para retira do excesso de pele
    é normal ?
    Muito obrigada

  38. Patricia disse...

    Ola Doutor Bernando

    Fiquei muito contente de conhecer este site. Eu moro no exterior ja ha muitos anos e estou perdida. Acabei de fazer uma lumpectomia na mama esquerda mas ficou bom…sem muita diferenca. Estou esperando o resultado pra ver se as margens estao limpas ou nao. Decidi que farei, no entanto, uma mastectomia. Eu tenho 37 anos com aparencia muito nova (sou de origem asiatica)e um filho de 3. Nao quero correr risco nenhum e tenho muito medo da radioterapia e de como minhas mamas e a minha pele ficarao. Pensei em fazer a mastectomia nas duas mamas, mas neste momento acho que nao etsou preparada pra tanto. Tenho cancer no ducto mamario. Sou relativamente magra mas estou acima do meu peso “normal”. Tenho 160 e estou com 53 kgs. Fui a um cirurgiao plastico aqui e ele falou que minha unica solucao seria o implante mas eu tenho receio que nao fique muito natural ainda mais pq eh so de um lado. Acredito que se fosse dos dois lados, ficaria bom. Questionei ele sobre a retirada do musculo das costas e ele falou que nao valia a pena pq nada mais eh, segundo ele, do que acrescentar um pouco de pele no local. Estou muito confusa. Como eh dificil achar um medico que faca outras tecnicas alem do implante/expansor pq acredito que esta tecnica seja mais facil, mas o senhor acha que o resultado final e futuro eh bom? OU o senhor acredita que vale a pena eu pesquisar mais sobre outros procedimentos? O que o senhor, sinceramente, acha que eu deveria fazer? Eu sei que cada caso eh um caso mas o que o senhor acha realmente do expansor? O que eu queria mesmo era um resultado mais natural possivel pq eu sou nova e queria poder ainda ficar satisfeita usando um biquini.

    Muito obrigada pela atencao.
    Patricia

  39. Maria Ivani Ragazzi Ribeiro disse...

    Dr Bernardo sofri queimadura no seio rosto pescoco e barriga.No seio sinto muito dor assim como no queixo.Passei por uma dermatologista ela fez algumas aplicaçoes de corticoide no seio e pescoço,mas consigo pegar alguns caroços no pescoço e coça muito.Meu pescoço repuxa muito e quando levanto a cabeça meu pescoço fica muito dolorido com aspecto muito feio.Meu queixo também ficou com uma lesaõ com varios caroços visiveis avermelhados, doi muito ate quando falo.Passei com um cirugiao ele aconselhou não operar pois a lesão e um pouco grande se ele retirar os caroços a pele vai ficar mais repuxada.Isto e possivel? Mas fiquei preocupada pois ele disse se virar ferida pode virar cancer.Queimadura pode virar cancer.

  40. Dr. Bernardo disse...

    Olá Patricia,

    Fico feliz que tenha gostado do nosso portal, é pra pessoas como você que nos dedicamos nesse trabalho!

    As reconstruções com implantes ficam muito boas, e podem ter um resultado bastante natural. Hoje temos próteses de diversos formatos, que simulam bem o aspecto da mama. Dificil, no entanto, é conseguir que uma mama reconstruída com prótese fique parecida com a mama normal. Além disso, com o tempo a mama normal continua envelhecendo e cai, enquanto a prótese fica sempre no mesmo lugar.

    A cirurgia que tira o musculo das costas, que se chama retalho do músculo grande dorsal, é uma solução que serve para transferir pele para a região da mama quando a cirurgia da retirada do tumor deixa um defeito que não pode ser fechado, ou quando queremos trocar a pele muito queimada pela radioterapia. Esse retalho tem pouco volume, e não serve pra preencher a mama. Existem outras cirurgias para reconstruir a mama sem prótese, quando usamos tecidos do próprio corpo. A mais comum é a que usa os tecidos da barriga, mas para poder fazer essa cirurgia tem que ter sobra na barriga. Não te conheço, mas pela sua idade, altura e peso, você não deve ter muita sobra. Também podemos usar a pele e gordura da região glútea, mas essa cirurgia deixa uma cicatriz no bumbum, e precisa ser feita com microcirurgia.

    Discuta todas as opções com seu cirurgião plástico, e só decida quando tiver certeza. E fique tranquila, as reconstruções com prótese ficam muito boas.

    Boa sorte no seu tratamento, e não hesite em mandar novas perguntas!

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  41. Dr. Bernardo disse...

    Olá Ivani,

    queimaduras podem evoluir com cicatriz hipertrófica, que formam esses nódulos aos quais você se refere. Até uns 2 anos após a queimadura, enquanto a cicatriz ainda estiver avermelhada, placas de silicone e malhas compressivas podem ajudar bastante.

    Quando as cicatrizes ficam muito feias, ou formam bridas (cordões de cicatriz que limitam movimentos) podemos retirar a cicatriz e fazer um enxerto de pele de outra região do corpo, normalmente da coxa. O objetivo é deixar uma cicatriz de melhor aspecto na area queimada, mas com uma cicatriz adicional na coxa, de onde tiramos o enxerto.

    Em cicatrizes crônicas de queimaduras pode se formar um câncer, mas isso é relativamente raro, e demora algum tempo para acontecer. Quando acontece, é em cicatrizes de queimaduras que formam muitas feridas. Não se preocupe com isso.

    Essas coisas que te expliquei são informações bem genéricas, e dependem de vários fatores que variam de caso a caso. É impossível dizer qual a melhor coisa a se fazer sem avaliar a sua queimadura. Se você ficou na dúvida em relação ao que o seu médico te disse, procure outra opinião. Não existe nenhum mal nisso.

    Espero ter ajudado, ou pelo menos te deixado um pouco mais tranquila.

    Boa Sorte!

    Atenciosamente,

    Dr. Bernardo

  42. Sonia Francoso disse...

    Boa noite Dr. Bernardo,
    Tenho 37 anos e tive CA na mama direita. Fiz uma quadrantectomia e apos detectado um linfonodo positivo e margem exigua, meu medico aconselhou fazer umas mastectomia e tirar 2 niveis axilar, e achou mais prudente devido eu ser magra faze3r a reconstrucao tardia.
    Fiz uma nova cirurgia e felizmente ou infelizmente nao foi detectado nenhum material contaminado. Bom, meu CA foi 3 positivo e fiz 16 quimios. Ainda faco o herceptin. Antes de terminar o tratamento nao aguentei ficar sem meu seio, pedi para fazer a reconstrucao. Encontrei um plastico fantastico que conseguiu implantar a protese diretamente sem expansor ja que nao fiz a radio e a pele estava boa.
    Agora terei que fazer o bico e ele quer preencher ao redor que ficou com depressoes com gordura de uma lipo. Gostaria de saber se esta tecnica eh praticada e o resultado satisfatorio e duradouro.
    Muito obrigada.
    Grande abraco.

  43. catia disse...

    Ola Dr.Bernardo:gostaria de esclarecer com o Sr. sobre a possibilidade de fazer a reconstrução de mama tirando não da barriga e sim das costas,pois ja tenho uma plastica de abdomem.Obrigada…

  44. valdete disse...

    ola Dr: Bernardo, tudo bem? gostei muito da sua resposta ,hoje tenho outras coisas p te falar e gostaria q vc me respondesse.Daquela vez fui hospitalizada p fazer a trans ,quando cheguei na sala de cirurgia meu medico me disse q a minha barriga era muito pobre p fazer a trans ai desistimos , agora voltei em outro ele disse a mesma coisa. Ai ele me disse q podemos colocar um expansor abaixo onde era a mama e expandir bastante e enquanto isso eu fico isolada pq vai ficar parecendo uma bola , depois de expandido volto para outra cirurgia e depois mais uma p colocar a protese isso quer dizer 3 cirurgias será q isso da certo . obrigada bjos.

  45. valdete disse...

    oi DR: Bernardo tudo bem, será q eu consigo fazer recontrução de mama,colocar expansor e tudo dessa cirurgia ,leva mais ou menos 3 para ficar pronta,gostaria de saber se faz pelo SUS em SP no hospital das Clinicas ou em outro lugar ai . obrigada bjos.

  46. nice disse...

    dr. tive cancer de mama e foi feita masctomia radical e não sei porque os pontos abriram todos e não sou diabetica, agora esta uma cicatriz que as pessaos que vem dizem como possso comviver com algo tão feio, pois abril e scecatrizou aberta, meu sonho ´e fazer uma reconstrução mamaria para pelo menos poder me olhar no espelho que hoje não faça, e tambem não sai de casa, na minha cidade francisco beltrão no parana não fazem essa cirurgia a menos que pague e não tenho dinheiro ,so faz na capital curitiba mais a lista e tam grande que na prefeitura disse que pode levar ate 5 anos para fazer pois e considerada como estetica, se eu tive se a mama normal não procuraria o sus, por favor me ajude se precisarem de alguem com as minhas caracterista estou a disposição
    pois tenho certeza que é dificel encontrar uma pessoa que possou cancer de mama com uma cicatriz tão feia

  47. Cibeli Mesquita disse...

    Boa Noite Dr. Bernardo
    Eu tive CA de mama e fiz a reconstrução TRAM a dez anos. Existe a possibilidade de uma gravidez dar certo uma vez que os médicos dizem sobre o fato de se ter uma hernia. O senhor poderia falar um pouco sobre isso?
    Agradeço desde já a atenção e aguardo retorno.

  48. Izabela Zopelaro disse...

    Oi Drº Bernardo! Tenho 26 anos e em 2007 descobri um CA de Mama (Carcinoma Intraductal), fiz quimio, quadrantectomia e radioterapia. Minha cirurgia preservou uma boa parte da mama, e coloquei silicone para preencher o que faltaria de volume. Tenho sentido muitas dores, o meu médico disse que estou com contratira capsular. Fiz uma cirugia para simetrização da outra mama,mas não quiz colocar silicone para que eu possa fazer meu auto exame sem preocupações, afinal com a prótese a mama fica diferente na textura. Mas, vamos à minha dúvida:
    meu médico sugeriu a cirugia de retirada da prótese que está com contratura e colocar uma nova prótese com procedimento submuscular. Ele não me garantiu que deixarei de sentir dores. Já ouvi dizer que as dores são em virtude das sessões de radio. Gostari de saber se o procedimento sugerido tbm é bom ou a cirurgia de uso do tecido do abdomen é melhor?
    Ah! E outra coisa: já fiu em dois cirurgiões plásticos querendo tirar o excesso de barriga em virtudo do peso que ganhei durante o tratamento, só que todos me negaram.

  49. Dr. Bernardo disse...

    Olá Cibeli,

    Pode ficar tranquila. O tratamento para o câncer de mama e a reconstrução da mama não interferem na sua capacidade de engravidar. Várias mulheres engravidam após o tratamento.

    O fato de você ter feito a reconstrução com o músculo da barriga enfraquece a sua parede abdominal, e você pode ter uma hérnia depois da gravidez, mas se você quer muito ter um filho, não deixe que isso te impeça.

    Boa sorte e parabéns!

    Dr. Bernardo

  50. Dr. Bernardo disse...

    Cara Izabela,

    Em relação à sua pergunta, é muito difícil te dar uma resposta, uma vez que não conheço seu caso. Tanto a cirurgia com o tecido do abdome e a com prótese são muito boas, e cada uma tem indicações, vantagens e desvantagens em relação a outra. É impossível dizer qual das cirurgias seria melhor pra você, sem examiná-la.

    Respondendo pontualmente a algumas colocações que você fez: a contratura capsular pode realmente provocar dores na mama, e a radioterapia aumenta bastante o risco de você desenvolver isso. Quando se tem contratura capsular, o tratamento pasa pela retirada da protese. A decisão de usar outra prótese (que deve mesmo ser colocada em outro plano) ou os tecidos da barriga deve ser discutido com seu cirurgião plástico.

    Espero ter ajudado,

    Boa sorte!

  51. Jaciara disse...

    Boa tarde! Dr. Bernardo, estou ainda em tratamento de um CA ductal infiltrante invasivo, meu tratamento tem sido complicado,pois o CA está se alastrando e estou praticamente toda a mama tomada. Há possibilidade de se fazer a retirada do tumor e caso não tenha pele p/ puxar e fechar a cirurgia realizar esse procedimento de usar pele da barriga? Responda-me por favor estou muito preocupada.

  52. mara rubia diniz disse...

    boa noite dr bernardo gostaria de saber como faço para marcar uma consulta com o senhor pois tirei minha mama esuerda e estou a quatro ano ma fila na espera. to muito chateada,pois gostaria de fazer a reconstrução da mama me ajuda.

  53. katia disse...

    ola tenho 32 anos fiz a retirada total da mama estou meia indecisa em fazer a cirugia de recolocaçao da mama fiz quimeo e gostaria de saber qual o custo de uma cirugia dessas desde ja obrigada pela ateçao.

  54. Dr. Bernardo disse...

    Olá Jaciara,

    Quando o tumor é muito grande e a retirada tira muita pele, precisamos levar pele de algum outro lugar, nem que seja só pra fechar o defeito, sem fazer a reconstrução nesse mesmo momento. Essa pele pode vir da barriga ou das costas. Em casos como o seu, algumas vezes optamos por deixar a reconstrução para uma outro momento, para não correr o risco de atrasar o seu tratamento complementar (quimio e radio).

    No momento certo, o uso da pele da barriga pode sim ser usado para reconstruir a sua mama. Basta que você tenha essa sobrinha.

    Boa sorte!

  55. Dr. Bernardo disse...

    Cara Katia,

    a resposta a sua pergunta depende de muitos fatores e é difícil prever o custo da cirurgia sem saber qual procedimento está melhor indicado.

    Procure um cirurgião plástico de sua confiança e ele poderá te passar um orçamento mais preciso.

    Att,

  56. Angela disse...

    Estou com ca de mama descoberto em junho 2011,mas dignosticado apenas em 25/11/2011 quando procurei um serviço particular já que pelo sus só ia realizar a ultrasom em 16/12/2011 para válidar melhor o dig encontrado na momografia o resultado com a biopsia em mãos procurei o sus para o inicio do tratamento só que até o momento não foi iniciado e isso está me preocupando muito pois sobe que o tumor em outubro estava com 1.8cm hoje está com quaze 4cm segundo o mastologista que me examinou em 20/12/2011 e pediu uma avaliação da cirrurgiã porém foi marcada a consulta para 29/12/2011 e no dia anterior essa data fui comunicada que havia sido remarcada para 15/03/2012 estou muito preoocupada com tal situiação sei que não tenho como pagar o tratamento pois sou auxiliar de enfermagem assalariada.por favor essa demora será muito prejuizo para mim segundo o dr.informou que vai ser necessário fazer uma mastectomia e uma reconstituição devo esperar por esse processo ou correr atrás da mastectomia urgente.Depois vejo a reconstituição.
    Angela

  57. sara disse...

    Dr. Bernardo, tudo bem???? adorei todos os seus comentários…mas não vi nenhum a cerca da necessidade de reconstrução com retirada do mamilo(auréola e bico)….tenho 50 anos, mas aparento bem menos sou muito aitva….estou em tratamento para ca de mama desde 5/11, no momento meu marcador tumoral entrou na normalidade….não fiz quimioterapia…mas como tenho metastase osea na coluna lombo-sacra fiz 10 seções de radioterapia…que funcionaram muito bem. agora meu oncologista me liberou para a mastectomia,já estive com amastologista e marquei o plastico…contudo tenho uma dúvida devo fazer a cirurgia tran….mas e o meu mamilo será reconstruido junto ou deve ser necessariamente depois e fica muito artificial????

  58. Cláudia disse...

    Olá Dr.Bernardo.
    Fiz mastectomia total em 2009, quimioterapia e radioterapia.Em agosto de 2011 fiz a cirurgia de reconstruçao colocando um expançor e uma lipo e mini abdominoplastia.Após 15 dias da cirurgia na regiao da mamao o tecido começou a apresentar vermelhidao e posteriormente foi diagnoticado quadro de celulite, retirei o expansor.Comecei a ler e pesquisar sobre a reconstruçao utilisando tecidos, li sobre a DIEP,fiquei animada,minha pergunta: existe alguma contra indicaçao para mim por ter feito as cirurgias estéticas no abdomem?Muito obrigada por esse rico espaço que Deus o recompense.

  59. lady disse...

    minha irmã esta desesperada,ajude ela retirou todo o seio e colocou protese de silicone,mas ela começou com dor e a cirurgiam plastica fez exame e detctou uma bacteria ela tomou varios antibiotico chegou a retirar uma luva de liquido mas o liquido era claro depois muito sofrer a doutora resolveu retirar fazer a quimo e depois recolocar teve que retirar por cirurgia com anestesia geral poia a protese colou bom ela fez um ano de quimo e quando era para fazer a radio a cirurgiam plastica disse para ela colocar um espassador mesmo ela ja estando fazendo as massagens ai veio o ploblema o medico não deixou colocar o espassador antes da radio e estragou tudo e a medica disse que não da para colocar mais,ela ta desesperada tem a opção de abdomem mas ela assustou ela e disse que ela podera ficar com serios ploblemas intestino acho me ajuda a ajudar ela por favorrrrrrr ela so te 38 qanos e tem muita saude nem passou mal nas quimos

  60. Evanilde disse...

    Dr.Bernardo,vc é uma bençao…Deus é contigo!
    fiz mastectomia na mãma esquerda a 4 anos e meio,foi tirado um nódulo que deu carcinoma invasor,ai fui em Ilheus aqui na bahia perto e o medico marcou logo mastectomia sem fazer nenhuma biopcia ou punçao,depois que tirou toda minha mãma esquerda nao deu nada na biopcia da mãma e nem nos lifonodos que ele tirou que foram 9,tudo deu ausencia de neóplasia,mesmo assim ele passou 6 seçoes de quimio.Gostaria de saber se posso fazer reconstruçao de mãma do abdomem?sou gordinha,tenho 49 anos nao tive filhos,tenho 1 mtro e 60 de altura,peso 75 k,tenho muita barriga,tenho pressão alta,ai Dr.sonho com esta reconstruçao,queria fazer do musculo da barriga,assim fico sem barriga rsrs,gostaria de saber quanto custa?e se o SUS cobre…e particular quanto é?muito obrigada…Deus te abençoe…um abraçao!!!

  61. leonice disse...

    oi, dr. Bernardo

    em março de 2011 fiz mastectimia radical, por conta CA ( Doença de Peaget )Não fiz quimio e nem radio,. usei expansor, depois coloquei o silicone, deu contratura por duas vezes, ao todo já submeti a 5 cirurgia. No momento estou sem nada. o medico quer deixar a pele descançar e depois fazer a reconstrução retirando músculo das costas. Mas o meu desejo é fazer o TRAM, peso 62 kg. tenho bastante pele e um pouco de musculo no peito, e na barriga tenho gordura e pele. o sr. acha que seria possível fazer o TRAN? Já fiz uma cirurgia de hesterectomia e apendice….

    Att.
    leonice F.

  62. ANA LUCIA disse...

    Olá Dr. Bernardo,
    Tenho 48 anos, fiz reconstrução da mama com tecidos do abdomen, devido a neoplasia na mama, todos os procedimentos para a reconstrução foram feitos, continuo fazendo os exames periódicos normais. A situação da mama está perfeita. Porém, sinto dores em meu abdomen e essas dores só são aliviadas quando estou deitada, é a sensação de uma casa com telhado mas sem colunas. Sinto a parede do abdomen frágil, como se o meu abdomen não estivesse suportando o peso dos seios. Estou sem saber o que fazer pois trabalho sentada praticamente o dia todo e no final do expediente as dores começam a me incomodar e cada vez com mais intensidade. Que devo fazer? Por favor, me responda, preciso de uma orientação.

  63. Dr. Bernardo disse...

    Cara Ana,

    Várias coisas podem estar acontecendo. A melhor coisa a fazer é procurar o médico que te operou. Ele sabe a cirurgia que foi feita, e certamente é a melhor pessoa pra te orientar.

    Se não conseguir encontrá-lo, outro cirurgião plástico que entenda de reconstrução de mama pode te ajudar.

    Para trabalhar, tente usar uma faixa elástica abdominal. Vende em lojas de material médico e algumas farmácias.

    Boa sorte,

    Dr. Bernardo

  64. Dr. Bernardo disse...

    Cara Leonice,

    respondendo a sua pergunta, se você estiver com a saúde em dia, e tiver uma sobrinha flácida no pé da barriga, dá pra fazer a reconstrução com os tecidos abdominais.

    Mas a decisão da técnica a ser utilizada deve ser discutida com um cirurgião plástico. Converse com seu médico e se precisar de uma 2a opinião, não hesite em procurar.

    Att,

    Dr. Bernardo

  65. Dr. Bernardo disse...

    Cara evanilde,

    para dizer se dá pra fazer a cirurgia de reconstrução de mama com os tecidos da barriga, é preciso ser avaliada por um cirurgião plástico.

    pela descrição que você me fez, eu recomendaria que você perdesse um pouco de peso pra fazer essa cirurgia. A situação ideal para fazer essa cirurgia é ter uma sobra flácida no pé da barriga. A pressão alta não ajuda, pois aumenta seus riscos. Perder peso teria um impacto bom nisso também.

    o sus faz em alguns lugares. Pra fazer particular você precisa procurar um cirurgião plastico e passar em consulta. Se você mora na Bahia, melhor procurar mais perto da sua casa.

    boa sorte!

    att,

    dr. Bernardo

  66. Dr. Bernardo disse...

    Cara lady,

    pelo jeito o caso da sua irmão precisa mesmo de um retalho da barriga.

    é uma cirurgia maior e no caso da sua irmã oferece menos risco para ela do que a reconstrução com expansor ou protese. Mas existem algumas complicações sim. Se ela for uma boa candidata a cirurgia, eles são raros.

    Conversem com o cirurgião plástico dela para tirar as duvidas e decidir junto com ele.

    Boa sorte pra sua irmã!

    Att,

    Dr. Bernardo

  67. Dr. Bernardo disse...

    Cara Claudia,

    o fato de você ter feito a abdominoplastia não facilita a reconstrução com os tecidos da barriga, seja por TRAM ou DIEP. A pele e gordura que foram tiradas são o que normalmente se leva para fazer uma nova mama. Além disso, algumas detalhes técnicos da sua cirurgia são importantes para dizer a possibilidade de fazer o procedimento.

    Existem outras opções para reconstruir sua mama, mas devem ser discutida com um cirurgião plástico.

    boa sorte.

    Att,

    Dr. Bernardo

  68. Dr. Bernardo disse...

    Cara Sara,

    obrigado pelo comentário.

    a reconstrução da papila e da auréola é a última etapa da reconstrução.

    Existem várias opções, pessoalmente prefiro usar um pedaço do bico do outro lado, com tatuagem da auréola.

    Mas existem várias opções, e seu cirurgião pode fazer outra coisa.

    Boa sorte e continue com a cabeça boa! É a coisa mais importante no seu tratamento.

    Att,

    Dr. Bernardo

  69. Dr. Bernardo disse...

    Cara Angela,

    começar o tratamento do cancer é uma prioridade na sua história. Quanto antes você operar melhor. A reconstrução é totalmente secundária nesta história.

    O SUS é difícil mesmo, mas é o que temos.

    Boa sorte.

    Att,

    Dr. Bernardo

  70. ivanise disse...

    Moro em pernambuco e gostaria de saber qual procedimento devo tomar para fazer a minha reconstrução sei que só vou melhorar quando isso vim acontecer. como devo proceguir. aguado resposta.

  71. Renata disse...

    Boa noite Dr. Bernardo
    Fiz mastectomia radical da mama esquerda e o esvaziamento da axila, gostaria de saber no caso da reconstrução da mama qual seria o método mais indicado. O de retirada de retalho do músculo do abdômem ou do mùsculo lateral das costas. Porque após quase 3 anos após a mastectomia radical ainda sinto o músculoa lateral das costas amortecido e um pouco dolorido.
    Atenciosamente
    Renata

  72. Dr. Bernardo disse...

    Olá Renata,

    a escolha do tipo de reconstrução de mama que você deve fazer depende de muitos fatores. É impossível dizer qual seria o mais adequado para o seu caso. Essa discussão você tem que ter com seu cirurgião plástico, durante uma consulta.

    Em relação ao “amortecimento ao que você se refere, provavelmente não é o músculo, e sim a sensibilidade da pele que está alterada. Isso porque ao fazer a mastectomia, alguns nevinhos são cortados, e são eles que são os respon’saveis pela sensibilidade dessa região. Com o tempo issi tende a melhorar, mas nunca deve voltar ao normal.

    Boa sorte!

    att,

    Dr. Bernardo

  73. Renata disse...

    Boa Tarde! Dr fui submetida a uma mastectomia total em junho de 2010 e fiz a reconstrução com um expansor na mesma cirurgia. Após os tratamentos de quimio (terminado 23/12/2012) e radio (terminado 20/03/2011)a prótese apresentou alguns prolemas como contratura capsular, enrijecimento, além de alguns problemas com a válvula do expansor. fiz uma cirurgia dia 20/03/2012 para substituir por uma prótese fixa que ficou maravilhosa,. porém começou as dificudades de cicatrização. Após uma semana fiz a primeira sutura e depois mais duas… até que a pele abriu a última e tive uma extrusão da prótese. Percebo que é grande a incidencia de problemas de cicatrização pós radioterapia. após um mês e meio da última cirurgia para colocá-la. Minha pergunta é: Quanto tempo depois os riscos de cicatrização em função da radioterapia diminuem? Quanto tempo agora é aconselhavel aguardar até que eu possa colocar a prótese novamente? Sou uma paciente jovem (31 anos) sempre fiz esporte, não fumo…minha cicatrização na mama radiada sempre será comprometida?

  74. Elisangela disse...

    Boa noite,
    Dr.Bernardo,
    mim tire uma duvida estou aflita , a 08 meses tive ca e fiz a reconstrução com trans.deu perda de tecido devido a quimio e uma dessa perda ficou uma área a vermelhada antes da perda e agora estou com medo pois, apareceu uma área a vermelhada novamente perto do mesmo local.Pode ser sinal de perda novamente ? hoje e sexta- feira e o meu médico só esta no hospital na terça-feira próxima .
    obrigada .

  75. Dr. Bernardo disse...

    Cara Renata,

    A falha das reconstruções com prótese em pacientes irradiadas é relativamente frequente. Entre 10 a 30% dos pacientes, mesmo nos maiores centros do mundo, tem problemas parecidos com o seu. A radioterapia realmente compromete bastante a vascularização da pele, dificultando a cicatrização. Essa nunca voltará ao normal.

    A alternativa nesses casos é fazer outra reconstrução usando um retalho (normalmente das costas ou barriga). Eu gosto de esperar pelo menos uns 3 meses antes de começar de novo.

    Boa sorte!

    Atenciosamente,

  76. Dr. Bernardo disse...

    Cara Elisangela,

    é impossível dizer do que se trata o quadro que você descreveu sem um exame físico.

    Essas alterações geram bastante aflição, mas nada que seja urgente pode estar acontecendo a essa altura. Pode esperar alguns dias.

    Marque um retorno com seu médico na terça, e ele poderá te explicar tudo!

    Se piorar, entre em contato com ele.

    Boa sorte!

    Att,

  77. Paula Talita disse...

    olá,com 27 anos tive CA na mama direita em 2011, sendo descoberto durante a gravidez,com 17 semanas de gestação comecei fazer o tratamento com quimioterapia porque já estava muito avançado, fiz 4 ciclos da vermelha e 1 com o taxol uma vez que não respondi ao tratamento com o taxol, fiz parto normal com 34 semanas de gestação meu bebê nasceu perfeito com 3,oo5kg e 47cm.uma semana após o parto realize uma mastectomia radical, fiz 25 radioterapias e mais 4 ciclos de quimio vermelha.Dia 07/04/2014 realizei uma cirurgia para recontruir a mama fiz um TRAM, a recuperação é bem dolorosa ainda mais quando se tem filho pequeno…mas hj com quase 2meses de cirurgia estou bem,realizei a reconstrução no hospita da PUCRS,a cirurgia foi feita pelo SUS, e foi realizada por uma equipe de médicos maravilhosos e interessados em todos os momentos. Espero ter ajudado a esclarecer alguma dúvida de alguém que está passando por uma situação parecida com a minha.Adorei como Dr. BERNARDO esclarece as dúvidas das pacientes. Abraços

  78. ivana nogueira disse...

    Há dois meses fiz uma reconstrução de mama com retalho abdominal. Deu tudo certo “Graças a Deus”, mas estou muito preocupada com minha barriga que se parece dura e inchada, será que vi ficar assim para sempre?
    Aguardo resposta ansiosa.

Deixe seu recado

Todo o conteúdo do Portal Inana não têm como objetivo ser um conselho médico ou substituto ao tratamento julgado adequado pelo seu médico.
O objetivo do Inana é disseminar informação e possibilitar trocas de experiências.
Orientamos que todas as decisões referentes ao tratamento sejam tomadas pela paciente e por seus médicos.

| estúdio MAYA |